Assassinos da Lua das Flores – David Grann


Nos anos 1920, a população mais rica per capita não era a parisiense ou a nova-iorquina: era a dos índios Osage, no Oklahoma, graças à descoberta de uma imensa jazida de petróleo nos seus territórios.

A tribo, cuja riqueza foi largamente noticiada na imprensa da época, desafiava todos os estereótipos relacionados com os americanos nativos: tinham Cadillacs com chauffeur, construíam mansões grandiosas, mandavam os filhos estudar na Europa, nadavam em dinheiro.

Então, misteriosamente, os Osage começaram a ser assassinados, e a comunidade mais rica do planeta passou a ser também a que registava o índice mais elevado de vítimas